[editar artigo]

Acho que atraio só coisas ruins para mim...

Hoje eu queria falar de atitudes muito comuns de pessoas da atualidade. Estou falando das pessoas que sentem timidez, procrastinação, baixa auto estima, introversão, dificuldade de comunicar-se pelo abraço ou pelas palavras, falta de verdadeiros amigos e até mesmo de um amor estável, fiel, para poder casar e ter filhos. As vezes estas pessoas são casadas até, mas se sentem sozinhas, como se vivessem enjauladas em si mesmo, sem capacidade de vibrar com o parceiro. As vezes até tem filhos, mas parece que não se conectam com eles, que falta intimidade, falta coragem de beijar, etc. Em suma a atitude reinante é a da passividade, da espera, da contenção, do retraimento. E a comunicação das pessoas é: até hoje só atraí para minha vida o que não me serve, ou o que não presta, ou o que me faz mal. E parece um mistério porque isso acontece.

Não adianta como faz a terapia convencional muitas vezes, tentar convencer a pessoa a agir diferente, a sentir diferente. Se a pessoa tem este conjunto de características, que necessariamente vão envolver muita frustração na vida, no trabalho, no amor, na amizade, na família, temos que ajuda-la olhar como este conjunto de sentimentos e comportamentos se construíram, a partir de que estrutura, no início da vida.

As pessoas atualmente tendem a usar expressões como:

“eu só atraio tranqueira” ( Mulheres querendo dizer que só atraem homens que não as assumem), “eu não atraio a prosperidade”, “eu só atraio pessoas maldosas”, estando implícito nestas frases que há como um castigo que lhes acontece porque há algo errado com elas. E vem procurar o EFT para que possam atrair príncipes, prosperidade, pessoas que possam cuida-las e acolhe-las.

É preciso ter cuidado porque assim colocado o EFT parece ser mais uma mágica a ser acessada do que um método terapêutico. Geralmente eu peço, por favor pare de achar que tudo lhe acontece porque você ATRAI. Isso vem da cultura de EFT da internet que promete soluções milagrosas aos problemas das pessoas  e como  nada acontece as pessoas acham que o problema é sua falta de sorte e vão  repetindo que “atraem” para si o que não lhes faz bem e que impede sua felicidade.

Se você me acompanhar no EFT Oficial você vai perceber qual a raiz desta vida que parece encurralada num beco sem saída, no que se refere a questões financeiras, amorosas, familiares, sociais. E vai ter que investigar como familiares, cuidadores, professores não deram sustentação amorosa para a criatividade, as rupturas, as inovações, as originalidades de suas crianças.  Ao contrário, mediante regras, disciplinas e julgamentos rígidos, punitivos, as vezes até violentos, foram culpabilizando os  “gestos autênticos ” das crianças,   transferindo para elas suas próprias frustrações e medos sob o pretexto de educá-las. A resposta destas crianças “bem educadas e dominadas” tem sido este enjaular-se na contenção  e nesta impossibilidade de sonhar e de se mobilizar enquanto pensamento, sentimento e ação para construir um mundo ao menos parecido com seu sonho. E esta passividade se completa com as falas que incorporam facilmente: eu atraio.... ( coisas ruins), em vez de mobilizar a pró-atividade e a tenacidade para construir com criatividade seu mundo.

 

Sonia Novinsky
Sonia Novinsky Seguir

Psicologa - Emofree

Continue lendo
Indicados para você