[ editar artigo]

Auto-sabotagem e procrastinação

Auto-sabotagem e procrastinação

Por que a gente procrastina? As pessoas falam sempre para mim, eu me auto saboto porque eu sou um procrastinador. O tempo passa e quando vou ver me perdi em detalhes e o que iria fazer a diferença na minha vida eu deixei para trás.

E aí a pessoa sente um mal estar, uma baixa auto estima, uma dor no peito, uma raiva de si mesmo, e pronto uma culpa imensa. Que vai provocar justamente mais da mesma coisa: mais a sensação que não mereço e mais auto sabotagem, e mais procrastinação.

Precisamos antes de mais nada cancelar as dívidas e as culpas. A pessoa deve compreender que ela fez o melhor que pôde até agora para se defender de seus demônios internos, de suas emoções negativas, medos, culpas, etc.

Fez o melhor que pôde enfim, para sobreviver com seus recursos. Podemos melhorar os recursos? Sim, mas precisamos compreender a raiz da auto sabotagem como se fala, ( que é não fazer o que precisa pra chegar onde quer), e da procrastinação que é uma das formas de auto sabotagem.

Eu me auto saboto através da procrastinação. Adio indefinidamente os passos que preciso para chegar onde penso que quero.

Digo, penso que quero, porque muitas vezes nossa mente se propõe uma meta ( ex segurança  econômica, abundância, é muito comum, colocarem esta meta), que na verdade seus inconscientes vetam porque há emoções negativas envolvidas.

Por exemplo, uma paciente pedia demais que ajudasse na auto-sabotagem/procrastinação. Se sentia culpada, mas de manhã não conseguia levantar na hora de ir para o trabalho.

Recebia por comissão e tinha muitas contas para pagar da família, precisava vender, mas foi entrando numa passividade e nada acontecia nas vendas. Entrou no ciclo vicioso da auto-sabotagem/procrastinação – culpa- medo da punição, mais auto-sabotagem etc.

Entramos com EFT Tapping e Optimal integrados, e chegamos a um núcleo de grande raiva, por várias situações de vida desde a infância. Trabalhamos situações infantis, porque já detectamos um padrão que começou na infância.

A paciente procurava sempre agradar, era boazinha, fazia tudo certinho, porque na sua casa se sentia o patinho feio (palavras dela): sempre parecia que devia algo para poder ser apreciada.

Haviam brigas, pai agressivo, mãe controladora, possessiva, crítica. Isso fez com que a paciente tentasse tudo para dar certo, para ser elogiada, e acabou sendo a que deu mais certo: executiva teve um momento de muito sucesso.

Não cuidou do emocional e terminou num casamento com filhos onde marido, filhos já adultos se acomodaram na sua forma prestativa de ser ( para tentar diminuir uma dívida que nunca terminaria), e todos foram dependendo dela.

Seus pais, sobretudo sua mãe e até sua irmã, pareciam contar com seu sucesso para receber amparo dela. O que aconteceu, é que somando ao medo da rejeição que carregava, instalou-se uma raiva, quase um ódio, não expresso, que funcionava como um breque para seu próprio progresso.

A culpa, medo, advindo de tudo isso, era como a cereja do bolo, impedindo a sua alegria e vitalidade. Daí a querer dormir o dia todo se possível, e a recusa a fazer as tarefas para vender com sucesso, foi um passo.

O trabalho disciplinado e paciente com Tapping e Optimal, para cancelar todas estas respostas emocionais, aliado ao trabalho de compreensão de todo este processo, e aliado a minha postura de suporte e acolhimento ( para que ela se sentisse valorizada, apreciada, pelo fato que é um ser humano que tem direito a tudo isso), tudo isso virou o jogo de sua vida.

Hoje ela já consegue levantar as 7, cuidar de si, ser proativa nas vendas, e começa a por limites na família.

Alegria com que me escreve a cada vez que fecha uma venda significativa é indescritível .

Mas isso foram trabalho de meses, porque o paciente não como um ratinho de laboratório que vc vai conduzindo para onde quer que ele vá.

Você precisa acolher o paciente em cada sessão com o que está acontecendo naquele dia para poder aos poucos vincular o que está acontecendo com seu problema central e dar mais um passinho na direção da sua libertação.

Mas vejam este vídeo que fala sobre este tema e comentem, escrevam suas experiências, consigo ou com pacientes, perguntem o que quiserem, e fiquem conectados com esta comunidade que tem o objetivo de servir!

TODAS AS INFORMAÇÕES SOBRE OS CONTEÚDOS E PREÇOS DOS NOSSOS CURSOS ESTÃO AQUI 

Comunidade EFT Oficial
Sonia Novinsky
Sonia Novinsky Seguir

Psicoterapeuta . Diretora do Centro Gary Craig de Treinamento em EFT Oficial no Brasil. Atendimento on line e presencial. Supervisão em grupo para EFT Oficial ( tapping e Optimal). Práticas grupais de EFT. Contatos pelo whats: 11999941415

Ler matéria completa
Indicados para você