[ editar artigo]

Que fazer quando o Tapping não funciona?

Que fazer quando o Tapping não funciona?

Foi relatado a cena em detalhes e feito a medição do grau de raiva e culpa, entre 8-9. E após o tapping, ele relatou não ter sentido quase nenhuma melhora. Ele me disse que é uma pessoa mais racional e nunca fez qualquer coisa ligado ao emocional e por isso sentia dificuldades.

Fizemos várias rodadas, e ele me relatou que sentiu um leve alívio. Apliquei após o tapping uma ferramenta de pnl, onde disparamos um gatilho, para quebrar a imagem da culpa. 

Ao final ele me relatou que gostou, foi algo novo pra ele, diferente. Disse ter dificuldades, mas quer continuar para superar isso.

É normal este tipo de reação (pouco efeito) ou eu posso não ter aplicado corretamente o tapping?

RESPOSTA DE SONIA:  Querida Vania, parabéns pela coragem de perguntar! É assim mesmo que se aprende. E Estou aqui para ensinar o que sei e aprender com vocês também. Pelo que entendi você foi para um evento específico que lhe trazia raiva e culpa. Estou pressupondo que este é o incômodo que ele quer dissolver com EFT, as sensações que este evento ainda lhe causava. E estou pressupondo que este é um evento atual, na medida em que você não indicou nada sobre isso. A primeira coisa é olhar a cena ou o evento, e compreender o aspecto raiva, investigar a que aspecto do evento ela está ligada. Idem para a culpa que diz sentir. Em seguida é preciso ancorar esta raiva e esta culpa no corpo. Onde ele sente esta raiva, e o que sente neste lugar. E aí testar o nível da raíva. Idem para culpa. Precisamos compreender bem como este evento dispara a raiva e a culpa nele.  E sempre, mas sempre, TRABALHAR UMA EMOÇÃO DE CADA VEZ. O ideal é ele narrar o evento para você, e quando você perceber uma mobilização dele ( respiração, olhar, peito, expressão facial), ou seja perceber um pico emocional, parar a narração e testar e fazer o tapping, varias rodadas, para uma única resposta emocional.

Muitas vezes fazer para um evento atual, não vai liberar, se você não for ressignificando ou reenquadrando o evento a medida que vai liberando um pouco a emoção. No próprio tapping ou refazendo a preparação se pode ir ressignificando num novo enquadre. Também pode acontecer que o evento atual seja apenas a ponta de um iceberg, onde eventos infantis foram responsáveis por respostas emocionais de raiva e culpa que não foram acolhidas e elaboradas, de modo que foram se repetindo e retraumatizando a pessoa durante a vida. Precisa então voltar para a biografia para achar a raiz destas respostas emocionais.

Ainda pode acontecer como no caso de pessoas muito racionais que leve um tempo para elas criarem um vínculo com você, e fazendo tapping, com sua criação de frases que vão mostrando porque a saída para ele foi a hiper racionalidade para escapar de emoções sem acolhimento, numa tenra idade.

Espero que te dei dicas para investigar melhor, como trabalhar com o EFT. Nas supervisões que vou logo oferecer posso pegar o caso mais a fundo ok? Aqui dei dicas mais do método do que do seu caso específico que não sei nem qual o sintoma pior atual exatamente nem qual o core issue ou questão central deste paciente. beijos! Queria ver mais gente postando como a Vania! 

TODAS AS INFORMAÇÕES SOBRE OS CONTEÚDOS E PREÇOS DOS NOSSOS CURSOS ESTÃO AQUI 

 

ACADEMIA CLINICA
Ler matéria completa
Indicados para você