[ editar artigo]

Superação de trauma na escola

Superação de trauma na escola

Fiz um atendimento onde a cliente chegou aflita, estava preocupada com o Trabalho de Conclusão de Curso - TCC, o qual tinha que  apresentar para a banca examinadora. Necessitava urgentemente da finalização deste trabalho pois dependia disso para assumir um emprego de professora. Apenas começara o trabalho mas não conseguia ir adiante. Estava emperrada, não conseguia nem raciocinar de forma coerente para redigir o trabalho mesmo tendo conseguido uma pessoa para ajudá-la. Se sentia completamente bloqueada... Trabalhamos algumas questões relacionadas à sua infância até que surgiu a lembrança de um episódio acontecido na escola. Esta cliente sempre fora bem inteligente e sempre gostara de estudar. Aprendeu a escrever seu nome mesmo antes de frequentar a escola. Seu nome era composto, mas sua mãe sempre a chamava pelo segundo nome. (Aqui vou dar o nome de fictício de Kátia Laura). Quando Kátia começou a frequentar a escola logo se deu bem com os coleguinhas, gostava de sentar na frente, era ativa e participante das atividades de classe, gostava  de ler em voz alta. Um dia a professora aplicou uma provinha em cujo cabeçalho tinha que escrever o nome. Kátia escreveu seu nome completo porém esqueceu de acentuar o primeiro nome. A professora, ao pegar a prova de Kátia,  percebendo que ela não tinha acentuado o nome, falou em voz alta ... "- menina você é burra, você não sabe nem escrever seu próprio nome... Não sabe que Kátia tem acento na letra a ???  Kátia ficou extremamente envergonhada, ela não sabia o que fazer, ficou sem chão. Nesse momento Kátia paralizou...

Trabalhamos  os gritos da professora a chamando de burra, o tom da voz da professora, seu exasperamento, sua boca se contorcendo quando a xingou, a saliva que saía da sua boca, seu olhar de ódio, o risco de caneta vermelha que a professora fez em cima de seu nome, a prova balançando, tremendo junto com as mãos da professora, o silêncio que se fez na sala de aula após os gritos da professora, o olhar assustado de alguns coleguinhas, os comentários maldosos e as gozações de outros coleguinhas, o susto, o abandono, desamparo e vergonha que Kátia sentiu no momento em que a professora agiu daquela forma, a decepção e a desconfiança que ela passou a ter da professora, pois até então a professora tinha-se mostrado uma pessoa equilibrada e coerente que a elogiava nos trabalhos escolares, a desconfiançae o sentimento de inadequação que Kátia passou a levar para a vida travestida de insegurança e, por fim,  a raiva que  sentiu da mãe,  pois  a mãe sempre a chamava pelo nome de Laura, nunca mencionava Kátia  e não havia lhe ensinado que ao escrever Kátia tinha que colocar acento no nome. Este episódio modificou completamente Kátia. A partir de então ela se retraiu. Não mais conseguiu ler em sala de aula e não conseguiu interagir com os coleguinhas da mesma forma como antes. Passou a ter dificuldade com as provas por causa da ansiedade ante a possibilidade de ser avaliada por alguém, passou a se sentir inadequada. Levou estes sentimentos para a vida afora...

Houveram ainda outros poucos episódios  que foram trabalhados,  mas a cena  acima foi a mais contundente de todas as outras que Kátia trouxe para as sessões. Ela sentiu um grande alívio após  trabalharmos este episódio, finalizando um sentimento de inadequação.

As duas sessões de Kátia foram feitas com o EFT Tapping pois na época eu não havia, ainda, feito o curso do Optimal EFT. Resultado... Kátia conseguiu apresentar o trabalho perante a banca examinadora, tirou uma boa nota, ainda que, no início da apresentação estivesse nervosa. Conseguiu a certificação pretendida e consequentemente o trabalho de professora. Foi  bem sucedida a partir daí. Foi um dos atendimentos de efeito mais rápido que testemunhei. Este caso me deixou superfeliz e animada e me incentivou muito a prosseguir com o trabalho do EFT Oficial.

 

  

Comunidade EFT Oficial
Silvana Nunes
Silvana Nunes Seguir

Terapeuta em EFT Oficial: Golden Standart EFT e Optimal EFT - Master Reiki

Ler matéria completa
Indicados para você